Relíquia: LP impresso com propaganda política de Gilberto Mestrinho

O remanescente da época, doutor Tancredo Soares, mostra a capa do LP Vinil.
O remanescente da época, doutor Tancredo Soares, mostra a capa do LP Vinil.

Em uma garimpagem de antiguidades e relíquias em Manaus, por hobby, um amigo nosso encontrou um LP de vinil de As Rebeldes. Até aí, nada de mais, não fosse esse disco impresso para ser distribuído como propaganda de campanha política do legendário ex-governador Gilberto Mestrinho, na década de 90.

O outro lado do disco vinil, com as músicas de sucesso.
O outro lado do disco vinil, com as músicas de sucesso.

O disco não continha música da campanha. Era uma coletânea de “Lambadas paraenses”, bastante veiculadas nas rádios da época. O LP era um brinde de campanha, com as músicas de sucesso desse estilo musical. Esperto, Gilberto e o seu vice, Francisco Garcia mandaram imprimir a foto deles em um lado da capa do LP, com o título “A lambada da Vitória”.

Essa semana, meio sem querer, Silvio Costa encontrou em um sebo, um exemplar do LP muito conservado, com a propaganda política indubitavelmente proibida na atualidade. Mas, na época de Gilberto Mestrinho (o Boto), o que valia era a criatividade do candidato.

Elas fizeram parte de várias campanhas pelo Brasil.
Elas fizeram parte de várias campanhas políticas pelo Brasil.

As Rebeldes ajudaram eleger muita gente em todo o país. Gilberto foi um deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui