Sepror incentiva novas tecnologias na pecuária sustentável em Presidente Figueiredo

Foto: Emerson Martinz

Com a proposta de incentivar e fortalecer a produção de bovinos por pequenos pecuaristas de forma sustentável, com o emprego de novas tecnologias, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), apoiou, na quarta-feira (25/05), a realização do 1° Dia de Campo: do Pasto à Mesa. A atividade ocorreu na Fazenda Agroindustrial São José, na rodovia AM-240, Km 45, em Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus).

O evento, promovido pela prefeitura do município, por meio da Secretaria de Abastecimento e Desenvolvimento Agrícola, Aquícola e Pesqueiro (Semada), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae/AM), compreendeu seis horas de atividades, entre palestras, orientações técnicas e práticas em campo, com o foco em lavoura de pastagem, pastejo rotacionado, genética, sanidade e conforto animal.

Foto: Emerson Martinz

Segundo o secretário titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, o Dia de Campo serviu para apresentar ao pequeno produtor um sistema de produção adotado na Fazenda Agroindustrial São José, mostrando que é perfeitamente possível conciliar a pecuária sustentável com a preservação da floresta.

“O produto criado aqui na fazenda é um produto regional, de qualidade, que chega à mesa do amazonense. Por isso, o Governo do Estado criou o programa Agro Amazonas, para diversificar a matriz econômica, gerando emprego e renda, melhorando a vida das pessoas que estão no município”, afirma Petrucio.

Foto: Emerson Martinz

Na ocasião, participaram cerca de 130 pessoas, entre representantes de órgãos estaduais e municipais, empresários do setor, estudantes e produtores rurais da região.

A secretária titular da Semada, Inês Sampaio, ressalta a importância da parceria do Governo do Amazonas, para somar forças e para fortalecer os pequenos pecuaristas de Presidente Figueiredo.

“Estamos aqui reunidos em uma fazenda de grande porte, porém o proprietário também já foi um pequeno pecuarista. E hoje buscamos incentivar nossos pequenos pecuaristas a desenvolver e fortalecer seu gado, para que eles futuramente sejam grandes produtores da área da pecuária”, disse Inês.

A Agência de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal (Adaf) também realizou oficinas de capacitação com os temas: Importância da Vacinação e Trânsito com Guia de Trânsito Animal (GTA) e Agrotóxicos.

Foto: Emerson Martinz

O Dia de Campo também contou com o apoio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam), Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e empresa Amazon Nat.

“Nós já passamos por todas as dificuldades quanto ao que se deve e o que não se deve fazer na produção. Se alguém quiser conhecer nossa propriedade, as portas da fazenda estão abertas”, finalizou José Mário Resende, proprietário da fazenda Agroindustrial São José e da empresa Amazon Nat.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui