Sob ameaça, ex-ministro General Santos Cruz passa a andar armado

General Carlos Alberto dos Santos Cruz Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, deste domingo (15), no Globo, o general Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ), passou a andar armado.

A coluna informa que Santos Cruz tem recebido ameaças depois que foi demitido do governo.

No início de abril, Santos Cruz deu uma entrevista ao jornal O Estado de São Paulo em que afirmou que as redes sociais deveriam ter algum tipo de regulamentação. “Isso tem de ser feito. Mas tem de usar com muito cuidado, para evitar distorções, e que vire arma nas mãos de grupos radicais, sejam eles de uma ponta ou de outra”, afirmou o então ministro.

“Tem de ser disciplinado, até a legislação tem de ser aprimorada, e as pessoas de bom senso têm de atuar mais para chamar as pessoas à consciência de que a gente precisa dialogar mais, e não brigar”.

A entrevista, no entanto, provocou a fúria do escritor Olavo de Carvalho, tido como o padrinho de ministros que não compõem a ala militar do Governo Bolsonaro. O escritor afirmou que Santos Cruz “fofoca e difama pelas costas”, e escreveu, nas redes sociais: “Controlar a internet, Santos Cruz? Controlar a sua boca, seu m…”.

Santos Cruz reagiu, atribuindo a Olavo uma “personalidade histérica”. Em momento Bolsonaro algum saiu em defesa de seu ministro, que acabou deixando o governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui