Tigre que vive em zoológico de Nova Iorque testa positivo para coronavírus

Sete animais do Zoo do Bronx apresentam sintomas do novo coronavírus - Foto: Reprodução

Um Tigre da Malásia, com quatro anos de idade, que vive no jardim zoológico do Bronx, em Nova Iorque, testou positivo para o novo coronavírus, sendo o primeiro animal infectado em solo norte-americano.

Segundo um comunicado do zoo, o tigre, chamado Nadia, juntamente com a irmã Azul, dois tigres de Amur e três leões africanos “desenvolveram os sintomas da doença2.

A Wildlife Conservation Society, empresa que coordena o zoo do Bronx, ressaltou que as amostras de Nadia foram coletadas e testadas depois de vários leões e tigres terem apresentado sintomas de doenças respiratória, sendo que, neste momento, todos os sete felinos se encontram bem e sob cuidados dos médicos veterinários.

O mesmo comunicado ressalta ainda que estes animais foram infectados por um cuidador que não desenvolveu sintomas do novo coronavírus.

“As medidas preventivas apropriadas estão em vigor agora para todos os funcionários que tratam dos animais e para os outros felinos dos nossos quatro jardins zoológicos da Wildlife Conservation Society, para evitar uma maior exposição a qualquer outro animal do zoológico”, diz o comunicado.

O jardim zoológico do Bronx está temporariamente fechado desde 16 de março.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui