Mundo

Tornado atinge Alabama, nos EUA, e deixa pelo menos 23 mortos

Foto: Divulgação
Redação I
Escrito por Redação I

Uma série de tornados atingiu o condado de Lee, no Alabama, região sudeste dos Estados Unidos, e deixou pelo menos 23 mortos, incluindo crianças. Edifícios e torres de telefonia foram destruídos e estradas foram completamente bloqueadas, de acordo com as autoridades.

O legista do condado de Lee, Bill Harris, disse que pessoas ainda não foram retiradas de escombros. Pelo menos 12 tornados tocaram o solo do Alabama no última fim de semana e outros ainda podem atingir outras áreas do estado e também da Georgia. O fornecimento de energia nos dois estados também foi afetado pelo desastre. 42 mil casas e empresas estão sem eletricidade.

O xerife do condado de Lee, Jay Jones, lamentou o desastre e disse que os danos são “inacreditáveis”. “É como se alguém tivesse usado uma grande lâmina e tivesse cortado o chão”, disse. Centenas de estruturas sofreram os efeitos dos tornados, que destruíram árvores, casas, pontes, pedágios e até um quartel dos bombeiros.

Ainda segundo Jones, várias pessoas foram internadas em hospitais da região com lesões graves, mas o número e a identidade das vítimas não foram revelados. Drones equipados com detectores de calor estão sendo utilizados pelas equipes de busca.

A governadora do Alabama, Kay Ivey, lamentou os efeitos dos ciclones. “Nossos corações estão com aqueles que perderam suas vidas nas tempestades que atingiram o condado de Lee hoje”, disse no Twitter. “Orando por suas famílias e todos aqueles cujas casas ou empresas foram afetadas.” Ela também declarou estado de emergência no Alabama.

Foto: Divulgação

O presidente norte-americano, Donald Trump, também foi às redes sociais. “Para todas as pessoas do Alabama e das áreas próximas, por favor se protejam”, escreveu. “Que Deus abençoes as famílias das vítimas e dos feridos”, completou o republicano.

O Serviço Nacional de Meteorologia emitiu avisos de tornado. De acordo com autoridades, os tornados passaram pelo centro de Beauregard, deixando um rastro de destruição de pelo menos 800 metros. O cálculo é que o ciclones chegaram a velocidade de 218 quilômetros por hora.

Fonte: Último Segundo – iG

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.