Três acusados de acidente com avião da TAM, são absolvidos pela Justiça

Acidente matou 199 pessoas/Foto: Reuters

Acidente matou 199 pessoas/Foto: Reuters
Acidente matou 199 pessoas/Foto: Reuters

Três acusados em um processo pelo acidente envolvendo um avião da TAM no aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, em julho de 2007, foram absolvidos pela Justiça Federal em São Paulo, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo. O acidente resultou na morte de 199 pessoas.
A decisão, de primeira instância, é a primeira na esfera criminal. Na ocasião do acidente, o Airbus não parou na pista e explodiu ao bater em um posto de gasolina e em um prédio da TAM.

A Justiça absolveu Denise Abreu, então diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marco Aurélio dos Santos de Mirando e Castro, ex-diretor de segurança de voo da companhia aérea, e Alberto Fajerman, ex-vice-presidente de operações da empresa.

O juiz federal substituto Márcio Guardia considerou que não houve comprovação de que o acidente tenha sido resultado de uma ação direta de algum deles. Ele também argumentou que o acidente ocorreu pela operação inadequada das manetes de potência do avião, assim como consta no relatório da Aeronáutica e da perícia policial.(Terra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui