Tubarões sem cabeça e com as caudas cortadas são encontrados no Chile


Cerca de 17 tubarões sem cabeça e com as caudas cortadas foram encontrados na cidade portuária de Antofagasta, no Chile. Os animais foram identificados como tubarões-mako e a postagem com o caso foi divulgado ontem nas redes sociais.

Rafael Castro, Secretário Regional do Meio Ambiente, publicou um vídeo e imagens nas redes no qual é possível ver as carcaças dos animais empilhadas e no meio de sacos plásticos com lixo, pneus e outros resíduos.

Na filmagem ainda é possível ver o professor Carlos Bustamante analisando os tubarões e explicando que as caudas dos animais são vendidas no mercado.

Bustamante explica que está confuso sobre o porquê dos animais serem descartados daquela forma, mas sugere que os pescadores da região podem estar envolvidos com as mortes visto a localização onde os tubarões foram encontrados. Alguns dos animais possuem “tamanhos muitos consideráveis” enquanto outros não estavam totalmente crescidos.

Segundo o site Daily Star, o secretário e o docente recolheram amostras dos animais mortos para tentar descobrir o responsável pela ação. “Obviamente vamos fazer denúncias aqui para que sejam realizadas as investigações pertinentes”, disse Castro ainda no vídeo.

Os tubarões-mako geralmente são encontrados em mares tropicais e temperados. Atualmente, eles estão listados como ameaçados de extinção pela Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza.
Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui