Vale inicia doações de R$100 mil por ordem alfabética

Até o momento, 276 pessoas estão desaparecidas - Foto: Divulgação

A Vale anunciou que vai iniciar, nesta quinta-feira (31), os registros para as doações de R$100 mil paras as famílias de mortos e desaparecidos após o rompimento da barragem I da mina do Córrego do Feijão. Segundo a empresa, a iniciativa é uma medida emergencial e não tem relação com futuras indenizações.

De acordo com o anúncio, representantes de funcionários da mineradora, de trabalhadores terceirizados e de pessoas da comunidade mortas ou desaparecidas podem receber o benefício. Os cadastros serão confrontados com a lista oficial validada pela Defesa Civil, que está disponível do site da Vale.

O representante deve comparecer ao local determinado segundo a ordem alfabética do primeiro nome da vítima (Confira abaixo). Apenas um representante poderá se registrar para receber a doação, conforme a seguinte ordem de preferência: 1ª – responsável legal por filhos menores; 2ª – cônjuge ou companheiro em regime de união estável; 3ª descendentes; e 4ª – ascendentes.

Até o momento, 276 pessoas estão desaparecidas – Foto: Divulgação

O familiar deve comparecer ao postos com a documentação que comprove o vínculo de parentesco e com os dados pessoais atualizados. O atendimento terá início às 14h desde quinta (31) e funcionará até às 18h na Estação do Conhecimento de Brumadinho e no Centro Comunitário Feijão. Nos demais dias, os postos funcionarão de 8h às 18h.

Até o momento, 84 mortes foram confirmadas e 276 pessoas seguem desaparecidas. Segundo a Defesa Civil, 391 foram localizadas.

Confira os dias de comparecimento, de acordo com a primeira letra do parente morto ou desaparecido:

Letras A e B: Quinta-feira (31/1)
Letras C e D: Sexta-feira (1º/2)
Letras E, F, G, H e I: Sábado (2/2)
Letras J,K,L: Domingo (3/2)
Letras M, N, O, P, Q e R: Segunda (4/2)
Letras S,T,U,V,W,X,Y,Z: Terça (5/2)

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui