Velhas estruturas de trabalho entram em choque, com a candidatura de Valdemir Santana à ALEAM

Candidato a deputado estadual, Valdemir Santana - foto: divulgação

O lançamento da candidatura de um dos mais atuantes sindicalistas do Amazonas, Valdemir Santana, a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT), hoje (18), na sede da agremiação partidária, na Avenida Constantino Nery, Centro, reuniu parlamentares, dirigentes de centrais sindicais, lideranças comunitárias, agrônomas e muitos militantes.

Foi um dos lançamentos de campanha do PT Amazonas mais prestigiado dos últimos 16 anos e, se eleito, e o início do fim da falta de representatividade das classes trabalhadoras do Estado no parlamento estadual.

Valdemir tem pautado temas atuais e de extrema importantes para alguns políticos defenderem. São propostas que elevariam o nível de vida dos quase 500 mil trabalhadores do Amazonas, se devidamente implantadas, mas faltou interesse.

Com mandato na mão, o experimentado sindicalista terá a oportunidade de propor Projetos de Leis, que certamente irão impactar o mercado de trabalho e valorizar um dos maiores polos industriais do Brasil, a Zona Franca de Manaus (ZFM).

Lançamento da candidatura de Valdemir Santana a deputado estadual – foto: divulgação

Alimentar a população

Como tem dito incessantemente, “é inadmissível que um estado tão rico quanto o Amazonas, ainda tem gente passando necessidades, fome, por causa das políticas públicas mal direcionadas para a população do Estado”.

“Temos rios abarrotados de peixe, temos a energia natural do Sol, mas não temos nenhuma ação que garanta o alimento na mesa das famílias”, confirma.

De acordo com o candidato a deputado, Valdemir Santana, na hora certa ele vai dizer como, onde e quando fazer, para que as pessoas possam se alimentar pelo menos três vezes ao dia.

Vai dizer também o que é necessário, via Projeto de Lei, para que o trabalhador industriário, comerciário, os trabalhadores do campo, os terceirizados, temporários, autônomos tenham mais tranquilidade e garantias nos empregos. “Chega de ataques às famílias dos trabalhadores, chega de ameaças aos empregos, chega de dizer que o Amazonas é o quintal do Brasil”.

Isso é apenas ‘uma vírgula’ do que Valdemir Santana pensa em relação aos ataques que vem do governo e dos empresários do Sul do País.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui