Vendedor de picolé ataca PM e acaba morto a tiros

Vendedor de picolé ataca PM e acaba morto a tiros/Foto: Divulgação

Manaus – Na tarde desta terça-feira, (29/01), um haitiano identificado apenas como, “Maduche”, foi alvejado com disparos de arma de fogo na Avenida Djalma Batista, bairro chapada, zona Centro Sul de Manaus. O fato se deu após Maduche, vendedor de picolé discutir com outro trabalhador da mesma profissão por conta de pontos de vendas.

O policial militar após ver a confusão tentou intervir para que o pior não acontecesse e acabou sendo esfaqueado pelo haitiano que teve que ser imobilizado com disparos de armas e fogo vindo a óbito no local.

O Agente de segurança ainda chegou a ser atingido com golpes na mão, no rosto e também na parte do peito vindo a ser protegido pelo colete balístico. Vários policiais se deslocaram para a localidade e socorreram o amigo de farda que estava bastante ferido após a injusta agressão vinda do estrangeiro.

O fato se deu após o vendedor discutir com outro trabalhador por conta de pontos de vendas/Foto: Divulgação

Testemunhas

Algumas pessoas que estavam na localidade viram a ação de Maduche contra o policial militar, “O policial chegou no local e pediu que ele parasse com a briga, foi aí que o vendedor de picolé puxou uma faca e foi pra cima do policial, se ele não reagisse, ele poderia ter morrido”, disse um transeunte que estava na localidade.

O corpo de Maduche, foi periciado e encaminhado para o Instituto Médico Legal, (IML), onde ficará à disposição de algum familiar.

Assista o vídeo abaixo:

Texto: Redação Correio da Amazônia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui