Aeroporto de Manaus encerrou 2019 com alta no fluxo de passageiros

Foto: Reprodução

O Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus (AM), encerrou 2019 com movimentação de 3.008.587 passageiros. O número representa crescimento de 6,4% na comparação com 2018, quando foram contabilizados 2.827.615 de embarques e desembarques. Os meses de maior fluxo foram janeiro e dezembro, com 296.375 e 281.848 viajantes, respectivamente.

A movimentação de aeronaves também cresceu no período. Foram 40.120 pousos e decolagens, aumento de 2,3% ante as 39.199 operações registradas no ano anterior.

“Este foi o melhor resultado desde 2015”, comemora o superintendente do aeroporto, Odone Bizz. “Neste ano, o nosso objetivo é seguir oferecendo a infraestrutura necessária para que as operações sejam realizadas com segurança e agilidade. Além disso, sempre estamos em busca de novas rotas e mais estabelecimentos comerciais para garantir a comodidade dos viajantes que utilizam o nosso aeroporto”, acrescenta o gestor.

Rede Infraero

Entre 2018 e 2019, o fluxo de passageiros permaneceu estável nos 54 aeroportos que compunham a rede Infraero até dezembro. Ao todo, passaram pelos terminais da empresa 83,9 milhões de viajantes, ante os 84,1 milhões de 2018, o que representa uma queda de 0,2%.

De acordo com o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros, a estabilidade no número de passageiros que passaram pelos aeroportos da empresa demonstra a resiliência da economia brasileira e a importância da consolidação de políticas públicas para o setor.

“No ano passado, problemas, como a falência de uma importante companhia aérea brasileira, impactaram na oferta de voos. Por outro lado, uma série de medidas, como a abertura de 100% capital estrangeiro para aéreas, redução do ICMS do querosene de aviação, e até melhorias na infraestrutura dos aeroportos, diminuíram tais reflexos”, avaliou Paes de Barros.

Para os próximos anos, a expectativa é de que o mercado brasileiro de aviação siga a tendência e cresça duas vezes o valor do PIB, disse o presidente da Infraero. Segundo ele, o cenário aponta para mais de 200 milhões de passageiros em 2025, ante os 120 milhões, atualmente. “Por isso, ao mesmo tempo que trabalha para cumprir as determinações do Governo Federal, de conceder todos os aeroportos da Rede Infraero à iniciativa privada, a empresa estará focada no desenvolvimento da infraestrutura aeroportuária regional, que representa um grande gargalo na interiorização do modal aéreo no Brasil”, afirmou.

Capacidade

Com capacidade para receber 18,2 milhões de passageiros por ano, o aeroporto de Manaus movimenta diariamente cerca de 8 mil passageiros. Atualmente, oito companhias aéreas operam no terminal: cinco domésticas (Latam, Gol, Azul, Map e Total Linhas Aéreas) e três internacionais (American Airlines, Avior e Copa Air Lines), que ligam Manaus a 11 destinos no Brasil e a quatro no exterior – Miami, Buenos Aires, Cidade do Panamá e Barcelona, na Venezuela.

Desde dezembro, o terminal conta também com ligações da Gol Linhas Aéreas com destino a Orlando, nos Estados Unidos. Operado por um Boeing 737-800 NG, com capacidade para até 176 passageiros, o voo é direto, sempre aos sábados, partindo de Manaus às 1h15, e retornando de Orlando às 22h45.

Situado a 15 km do centro da cidade, o terminal oferece aos passageiros 88 estabelecimentos dos mais variados segmentos, como lojas de artesanato e produtos típicos da região, bijuterias, locadoras de veículos, lanchonetes, agências de câmbio e turismo, banca de revistas e caixas eletrônicos. Os usuários também encontram um terminal acessível, com banheiros e telefones adaptados e equipamentos que auxiliam no embarque e desembarque de passageiros com necessidade de assistência especial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui