Amazonino demonstra desrespeito com a população

Amazonino Mendes, ignora a população ao ficar ausente em debate político/Foto: Reprodução/Facebook

Mais uma vez o governador Amazonino Mendes (PDT), candidato à reeleição ao Governo do Estado, ignora a população ao ficar ausente em debate político realizado por uma emissora de TV local, na noite desta quinta-feira (23). O embate ficou por conta dos quatros postulantes ao cargo do Executivo Estadual: Omar Aziz (PSD), David Almeida (PSB), Wilson Lima (PSC) e Nindberg Barbosa (UGT).

Mesmo sendo representado pela sua assessoria de imprensa nas reuniões que antecederam ao debate, o atual governador fez questão de não comparecer, demonstrando falta de respeito com quem precisa conhecer suas propostas e decidir o rumo do Estado pelos próximos quatro anos.

Temas como saúde, educação, esporte, segurança e geração de emprego e renda foram bastantes discutidos entre as rodadas de perguntas e respostas, feitas por sorteio e pela população.

Amazonino Mendes, ignora a população ao ficar ausente em debate político/Foto: Reprodução/Facebook

O debate manteve uma linha sem muitos confrontos direto entre os candidatos. Um dos únicos ocorreu no segundo bloco entre os candidatos Omar Aziz (PSD) e David Almeida (PSB), no assunto referente à febre aftosa no Estado. David destacou que seu governo trabalhou para que o Estado recebeesse o reconhecimento zona livre da doença. Omar, por sua vez, defendeu que esse trabalho veio de anos com articulações da sua gestão.

Ampliação e oportunidades- Além disso, o candidato do PSD elencou os feitos passados de sua gestão, demonstrando que vai ampliar projetos e programas que deram certo, caso eleito. “Vou fazer voltar o 14o, 15o e 16o salários e a Data base dos professores, além de dobrar o número de escolas de tempo integral”

David Almeida afirmou que, no setor de emprego e renda, pretende utilizar os órgãos e secretarias estaduais para dar oportunidade aos jovens. “Como poderemos fazer, um alunos do curso de Direito vai atuar no sistema penitenciário, assim como cada profissional em órgãos específicos de seu ramo”.

Compadres – candidatos Nindberg Barbosa (UGT) e Wilson Lima (PSC) trocaram “figurinhas” entre si, nos confrontos diretos, sem expressar conhecimento e maturidade de gestor para um Estado da dimensão do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui