Aromaterapia ajuda a combater a ansiedade e melhorar a concentração

Aromas cítricos e amadeirados podem melhorar a hora de estudar e trabalhar em casa/Foto: Divulgação

As mudanças na rotina e o isolamento social fazem com que boa parte das pessoas se queixe de desequilíbrios emocionais, desânimo, tristeza e, principalmente, ansiedade durante a quarentena. Essa sensação por si só já prejudica a concentração na execução de tarefas, ainda mais agora que, para muitos, trabalhar e estudar também são afazeres realizados dentro de casa, ambiente mais suscetível a distrações.
A aromaterapia é uma medicina alternativa, com óleos essenciais e fragrâncias para melhorar o bem-estar físico e mental, muito utilizada para estimular o foco e acalmar. Essa técnica pode ser usada sozinha, ou em conjunto com outros tratamentos, para auxiliar na melhora de quadros de, por exemplo, ansiedade e depressão, assim como pode ser utilizada no dia a dia por quem não apresenta nenhuma patologia, mas quer buscar uma rotina mais equilibrada.
Como funciona?
Quando sentimos algum cheiro, os receptores presentes no nariz enviam mensagem para o do cérebro e acionam o sistema límbico, região cerebral responsável pelas emoções e pelos comportamentos sociais. Esse sistema, formado por neurônios e células, se encontra no meio do cérebro e está diretamente ligado ao olfato. Dessa maneira, o estímulo olfativo faz com que um alerta para que o corpo reaja seja liberado pelo sistema nervoso central.
O olfato apresenta uma forte ligação às memórias emocionais e ao registro de momentos de nossa rotina. Portanto, o uso de diferentes aromas no ambiente para o momento de realizar tarefas específicas pode nos estimular, tanto a apresentar emoções diversas, quanto a compreender qual atividade está sendo feita.
Um bom exemplo disso é a hora de dormir. Existem até mesmo sabonetes infantis destinados ao período da noite que, além de possuírem aroma relacionado ao relaxamento, fazem o bebê associar por repetição, mesmo que inconscientemente, que aquele é o momento de descansar.
Para combater a ansiedade e melhorar a concentração
A lavanda é uma das flores que ajudam a acalmar a mente, pois seu aroma é relaxante e pode ser usado em qualquer estado de ansiedade. A Sálvia Esclareia, flor de origem europeia, é outra planta que promove um comportamento parecido, estimulando, além da sensação de tranquilidade, a memória e a agilidade mental.
Para esse fim, também se destacam os cheiros amadeirados, como o vetiver, considerado um anestésico natural, e o sândalo, de característica mais adocicada e usado tradicionalmente em cerimônias religiosas na Índia e muito presente em momentos de meditação por estimular o foco.
Os cítricos e refrescantes são muito eficientes para despertar e descontrair. Nesse caso, os mais usados são o de bergamota, laranja doce e limão. Eles ajudam a revitalizar, melhorar o humor e promover clareza mental.
Para todos os casos, a melhor maneira de incorporar a aromaterapia em casa é a partir do uso de óleos essenciais em colares aromatizadores e difusores pessoais. A utilização de velas que contenham esses aromas também é eficiente, assim como buscar encomendar em floriculturas online arranjos cheirosos para adicionar à decoração da casa e melhorar os ambientes durante a quarentena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui