Autor agradece equipe de ‘Império’ por deixar o ‘senso de ridículo de lado’

Aguinaldo Silva com Viviane Araújo/Foto: Reprodução

Aguinaldo Silva com Viviane Araújo/Foto: Reprodução
Aguinaldo Silva com Viviane Araújo/Foto: Reprodução

A Auto-estima é fundamental em qualquer situação ou atividade. Mas em excesso pode afetar a compreensão dos fatos. É o que me parece ter ocorrido na entrevista que Aguinaldo Silva deu ao “O Globo”, avaliando o próprio trabalho com inúmeros elogios.
“’Império’, me desculpe a falta de modéstia, imperou, sambou e lacrou, ou seja: nela tudo deu certo”.

Em uma outra declaração curiosa, o autor avalia “Império” como “um folhetim desvairado”, o que a novela não era até algumas semanas atrás:

“Fiz o que queria: um novelão, um folhetim desvairado. Mas isso não teria sido possível se toda a equipe que participou do trabalho não deixasse o pudor e o senso de ridículo de lado e mergulhasse de cabeça no melodrama e no dramalhão”.

Na entrevista, o autor adianta alguns desfechos da trama e explica como enxergou “Império” como uma “saga medieval”.(Folha/UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui