Balé Folclórico encena ‘Folguedos’ no Teatro Amazonas no fim de semana

Balé Folclórico no Teatro Amazonas/Foto: Divulgação

Exaltando a tradição e a cultura regional, nas comemorações típicas de junho, o Teatro Amazonas recebe o Balé Folclórico do Amazonas, em três apresentações neste mês.

No sábado (17), às 20h00, e no domingo (18), às 19h00, o Balé apresenta o espetáculo “Folguedos”, que leva ao palco as danças folclóricas tradicionais do período junino na região amazônica. E no sábado (29), a partir das 20h00, é a vez de “Bem do Interior” que retrata, com muita cor e movimento, uma festa típica do interior do Amazonas.

“Folguedos”, uma das primeiras montagens do Balé Folclórico, é uma homenagem ao Festival Folclórico do Amazonas e evoca momentos desse evento das décadas de 1950 e 1960, quando o festival ocorria no Campo General Osório, onde hoje está localizado o Colégio Militar de Manaus, no Centro.

Balé Folclórico no Teatro Amazonas/Foto: Divulgação

A apresentação conta com a participação do Balé Infantil do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade do Centro de Convivência da Família Pe. Pedro Vignola (Cidade Nova). Nesta parte do espetáculo, 15 crianças, na faixa etária entre 7 e 10 anos de idade, apresentam a Dança do Tipiti, e 12 adolescentes do curso de Dança apresentam a Dança Ciranda, todos sob a coordenação da professora Ana Mendes.

Em “Folguedos”, o folclore regional é transportado para a dança contemporânea. Para retratar as danças tradicionais, que contam um pouco das histórias, dos mitos, das raízes do Amazonas, o espetáculo explora técnicas dos balés clássico e contemporâneo, a fim de exaltar a cultura local.

“‘Folguedos’ trará grandes danças folclóricas tradicionais como a Quadrilha, Ciranda, Jacundá e muitas outras. É um grande arraial que tomará conta do palco do Teatro Amazonas”, afirma Conceição Souza, que assina a direção artística do espetáculo. A coreografia é de Marcos Vinicius e Weldson Rodrigues, com execução dos 26 bailarinos que compõem o Balé Folclórico do Amazonas.

Cenas de um casamento amazônico – E dia 29, sábado, a companhia apresenta “Bem do Interior”, baseado na “Dança do Sol” do advogado, escritor e professor amazonense, Mario Ypiranga Monteiro. O espetáculo retrata um casamento típico do interior, com toda a tradição das festividades comemorativas, com cenários e figurinos amazônicos.

Estreado em 2003, “Bem do Interior” também retrata danças do folclore popular, como o Boi-bumbá, Dança do Paneiro, o Tipiti, dentre outras. Apresentada mais de cem vezes, a encenação já passou por várias reformulações para chegar ao formato que possui hoje.

O espetáculo hoje é querido do público, que pede pela apresentação, de acordo com Magda Carvalho, assistente da companhia. “Com o projeto ‘Música na Estrada’, levamos a montagem para Porto Velho, onde teve uma grande receptividade”, declara ela.

Dança, tradição e folclore – Criado em 2001, o Balé Folclórico do Amazonas caracteriza-se por danças tipicamente amazonenses. Sob a direção de Conceição Souza, a companhia integra os Corpos Artísticos do Amazonas e tem como proposta o resgate e a transformação das danças folclóricas em grandiosos espetáculos, para que se tornem conhecidas em todo o Brasil e no exterior.

O Balé reúne 26 bailarinos, que transmitem, por meio da dança, as culturas tradicionais da região amazônica, resgatando a história de toda base folclórica da região. Ao longo de sua existência, o conjunto já apresentou diversos espetáculos que marcaram sua trajetória, como “Beiradão” (2016), “Herança Africana” (2015), “Cenas Amazônicas” (2016), dentre outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui