Beto D’Ângelo pode perder candidatura por crime eleitoral em Manacapuru

Beto D’Ângelo responde processo judicial sobre abuso de poder econômico - Foto: Divulgação

Candidato à reeleição em Manacapuru, o prefeito Beto D’Ângelo (Republicanos) está respondendo a um processo judicial sobre abuso de poder econômico, compra de votos e crime eleitoral. Conforme denúncias, ele fez campanha em uma igreja evangélica.

Em vídeos, o gestor aparece próximo a pastores e fiéis em unidades da Assembleia de Deus do Amazonas, na sede e também na zona rural do município. O ato eleitoral aconteceu no último dia 6.

O prefeito informou que as denúncias não procedem e que as reuniões foram feitas fora das sedes religiosas. Se as denúncias forem verdadeiras, D’Ângelo pode ter o registro de sua candidatura negado pela Justiça Eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui