Cabo Maciel cobra funcionamento definitivo do porto de Itacoatiara

Deputado Cabo Maciel/Foto: Alberto Cesar

Deputado Cabo Maciel/Foto: Alberto Cesar

O deputado Cabo Maciel (PR), em seu pronunciamento de hoje, quinta-feira (06), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), solicitou o apoio do presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD), para cobrar do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), dirigido por membros do seu próprio partido o PR, o memorial descritivo e a planta de reforma, assinada por um engenheiro naval, como itens imprescindíveis para o pleno funcionamento do Porto de Itacoatiara, que esta operando com prazo provisório, estipulado em 180 dias.

Segundo o parlamentar  “sem estes documentos, o porto de Itacoatiara permanece sem um alvará, podendo ser interrompido seu funcionamento, vencido o prazo provisório, caso o Dnit não libere os documentos que faltam” alertou.

Maciel vê como descaso e falta de compromisso do Dnit, numa tentativa de prejudicar o povo de Itacoatiara, pois já passaram cinco meses e “a situação continua a mesma, ou seja, nenhum passo foi dado pelo Dnit  na tentativa de sanar a pendência, segundo um dos seus dirigentes”, informou.

Segundo o deputado, o Porto passou dez anos fechado em virtude de uma obra mal elaborada. Depois de reaberto, está funcionando e permitindo entre outros, o escoamento de hortifrutigranjeiros, que vão para o mercado central distante apenas 150 metros do porto, o embarque e desembarque de passageiros nos barcos regionais, que antes passavam ao largo, o fluxo de mototaxistas, que transportam pequenas cargas e pessoas. “Caso a Capitania decida por fechar o porto pela falta dos itens restantes, principalmente o memorial descritivo e a planta de reforma assinada por um engenheiro naval, não  terei o menor receio de repudiar os dirigentes do Dnit, mesmo eles fazendo parte do meu partido” finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui