‘Cadastro de reserva’ pode ser usado para chamada de novos professores, diz deputada

Deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB) - foto: divulgação

“Foi louvável o ato de assinatura do decreto governamental de nomeação e convocação de 3.714 professores e pedagogos aprovados no concurso público da Seduc em
2018”, sinalizou a deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB).

A deputada citou ainda que ‘há estudos para o aproveitamento do cadastro reserva’, tendo em vista a carência de professores no interior do Estado.

Therezinha Ruiz disse que o governador Wilson Lima tranquilizou os profissionais da educação que no ano letivo de 2020, já estarão nas salas de aula.

Com a convocação dos concursados, segundo Therezinha Ruiz, o governador aliviou a situação dos profissionais que aguardavam apreensivos a chamada para assumir os cargos a que tem direito.

De acordo com Therezinha Ruiz, a medida atende também as suas expectativas, como medidora das reivindicações dos concursados junto à Seduc, após participar de várias reuniões com os profissionais aprovados no concurso.

Dos 3.714 convocados nesta segunda chamada, 3.586 são professores e 146 são pedagogos. Em agosto, foram convocados 312 aprovados, obedecendo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que permite que os profissionais sejam convocados para suprir vagas, resultantes de falecimentos e aposentadorias.

No caso dos professores, além de obedecer à LRF, os aprovados serão incorporados aos quadros da Seduc em substituição aos profissionais que hoje atuam na rede estadual por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS).

Assim, a Seduc obteve o respaldo da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), para efetuar as nomeações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui