Central de Medicamentos registra alta no abastecimento

Foto: Reprodução

Pelo segundo mês consecutivo, a Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) alcançou o maior índice de abastecimento desde o início da gestão do governador Wilson Lima. Em setembro, a central chegou aos 75% de medicamentos e insumos disponíveis, após a gestão assumir a central com apenas 12% de abastecimento.

O avanço é atribuído à implantação de projetos de melhorias. Ao todo, 53 projetos de melhorias foram finalizados e 22 estão em andamento. Entre as medidas apresentadas como melhoria na gestão está ao aumento do nível de estoque do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf-AM) para 94% na rede estadual. O setor repassa medicamentos de alto custo gratuitamente a pessoas com doenças raras atendidas na rede de saúde do Estado.

Outro ganho para a população foi a descentralização dos medicamentos do Ceaf-AM para a Fundação Universitária Alfredo da Matta, Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) Ada Viana, Caimi Paulo Lima, Unidade Mista de Humaitá e Fundação de Hemoterapia do Amazonas (FHemoam), aumentando a acessibilidade aos medicamentos de alto custo para a população amazonense.

Também houve a revisão do padrão de medicamentos com retirada de mais de 150 itens obsoletos e desnecessários, que gerou economia de mais de R$ 20 milhões por ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui