Cigás estuda nova proposta de sinalização da rede de gás natural

Foto: Divulgação/Cigás

Manaus possui 131 quilômetros de rede de distribuição de gás natural, e a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) atua para tornar cada vez mais nítida e eficiente a sinalização dessa estrutura. Após implantar um novo formato de placas indicativas do gasoduto, a distribuidora realiza estudos de melhoria da sinalização horizontal, no solo.

O projeto foi apresentado ao Comitê de Obras Públicas Integradas (Copi) e ao Grupo de Trabalho de Monitoramento e Supervisão de Obras em Vias e Demais Logradouros Públicos (GTMOP). Ambos os grupos reúnem órgãos estaduais, municipais, e concessionárias de serviços públicos para alinhamento de informações sobre obras e serviços de distribuição na capital e no interior.

Em novembro, a Cigás deu início ao processo de implantação da nova sinalização vertical, com placas amarelas, que chamam mais atenção, e de tamanho menor, desta vez com 2 metros de altura. A área da placa também foi reduzida de 70 cm x 90 cm para 39 cm x 50 cm, com o objetivo de evitar o tombamento da estrutura em ocasiões de fortes ventos.

Foto: Divulgação/Cigás

Desta vez, a Companhia planeja mudar o fluxo de sinalização no solo, reduzindo o impacto à via pública. É o que explica o gerente de operação e manutenção da Cigás, Ricardo Ciraulo. “Por conta dos constantes processos de asfaltamento das ruas de Manaus, além de evitar rompimentos no asfalto novo, apresentamos aos grupos técnicos uma proposta com sinalização adesiva para reduzir o impacto e agilizar a identificação da rede”, explicou.

A nova proposta ainda será apreciada pelos órgãos competentes e, caso aprovada, a Cigás iniciará o planejamento para implantação. Atualmente, a sinalização utilizada pela Companhia é composta por placas verticais, tachões, faixas no subsolo sobre a rede implantada e marcos quilométricos nas avenidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui