Com investimentos na educação e na piscicultura teremos mais geração de renda, diz José Melo

Governador José fala de investimentos na educação e na piscicultura/Foto: Joel Arthus

Durante o lançamento do aplicativo “Matrículas Amazonas”, para a realização das matrículas do ano letivo 2017, da rede pública estadual e municipal de ensino, hoje, sexta-feira (16), na sede do Governo, o governador José Melo ressaltou que a linha de crédito de R$ 600 milhões que está sendo liberada pelo Governo Federal, deve viabilizar o desenvolvimento de setores como a educação, piscicultura e infraestrutura, no próximo ano, e com o aporte de mais de R$ 354 milhões para a educação, ele afirmou que será possível executar obras de melhorias nas escolas e garantir 60 mil novas vagas nas unidades escolares na capital e interior, no próximo ano.
“O Amazonas já vem nos últimos três anos aprimorando o sistema para que possa permitir mais comodidade e praticidade para os pais na época das matrículas. Com os R$ 354 milhões que serão aplicados, vamos gerar mais de 60 mil vagas no próximo ano só com novas escolas e salas de aula. O nosso governo está caminhando para a modernidade, implantando sistemas para que possamos evitar custos na atividade meio para sobrar para a atividade fim, que é a responsabilidade de todos nós”, comentou o Governador José Melo.

Governador José fala de investimentos na educação e na piscicultura/Foto: Joel Arthus

Dos R$ 354 milhões que vão ser empregados na educação, em 2017, R$ 84 milhões serão destinados para a construção, reforma e ampliação de quadras poliesportivas das escolas devido às ações que serão desenvolvidas pelo Programa “Todos Pela Vida”, nas comunidades. “Esses locais serão usados aos finais de semana com programas de esporte e lazer, para que funcione como guarda-chuva de proteção contra as drogas e violência na vida da juventude. E para isso precisamos ter uma estrutura moderna de ginásio. Ressalto que estão em andamento a construção de mais 22 escolas de tempo integral e 10 escolas padrão, com 10 salas cada, no Estado. Além de termos recursos para ampliação de escolas existentes”, explicou o governador.

Recursos – O governador José Melo ainda ressaltou sobre R$ 600 milhões em financiamento que estão sendo liberados pelo Governo Federal, com aval da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), por conta do equilíbrio fiscal do Estado conquistado neste ano.  A primeira parcela (R$ 300 milhões) está sendo liberada, segundo o governador, na próxima semana. Desse total, R$ 150 milhões serão investidos em Manaus e a outra metade (R$ 150 milhões) para a melhoria de estradas, vicinais e um projeto de Piscicultura com criação de peixe em cativeiro, inserido na Nova Matriz Econômica Ambiental.

O aplicativo lançado vai proporcionar comodidade para efetivação de matrículas/Foto: Joel Arthus

O outro montante de R$ 300 milhões estará sendo assinado nesta semana em Brasília, junto à Caixa Econômica Federal (CEF). Desse total R$ 150 milhões será voltado para duplicação da AM 010 (trecho do Rio Preto da Eva). O restante dos R$ 150 milhões será para implantação de um projeto de Piscicultura e Fruticultura nos municípios de Rio Preto da Eva, Manaquiri, Autazes, Careiro da Várzea e Careiro Castanho.

“Estamos conseguindo esse investimento do dinheiro público para induzir o Polo de Piscicultura e acredito que, até junho de 2107, estejamos nessas regiões dos careiros, Manaquiri e Rio Preto para que possamos estar operando com as máquinas, tanques e insumos. Eu creio que teremos um volume maior de peixes sendo produzido e frutas com acerola e açaí sendo plantadas para termos sempre na sazonalidade a geração de renda para a população. Nosso objetivo é termos dois polos concentradores de Piscicultura no Estado porque a fase seguinte disso é a instalação da fábrica para enlatar esse peixe, por isso que o grande polo produtor  tem de estar em Manaus e na região metropolitana”, ressaltou o governador José Melo.

Monitoramento – Um outro segmento destacado pelo governador José Melo que vai receber investimento é a saúde, com o desenvolvimento de um sistema de controle desenvolvido pela Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam). “Vamos investir R$ 12 milhões em um sistema da Prodam, que vai controlar tudo na saúde, desde a compra até à dispensação de medicamentos. Vamos ter o controle para que possamos reduzir os custos logísticos da saúde para que sobre dinheiro para comprar remédios”, garantiu o Governador José Melo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui