Concurso de Humaitá tem empresa envolvida em fraude

Foto: Ilustração

O contrato firmado entre a Prefeitura de Humaitá (a 580 quilômetros de Manaus) e o Centro de Estudo Aprendizado e Tecnologia São Rafael pode ser suspenso. Isso porque a empresa é alvo de, ao menos, duas investigações.

O motivo das investigações é fraude em certames. A recomendação do Ministério Público do Amazonas (MPAM). As fraudes do Centro São Rafael teriam acontecido nos municípios de Parecis, Candeias do Jamari, ambos em Rondônia, e em outros.

A Prefeitura de Humaitá tem o prazo de 15 dias para divulgar em seu site, murais e Diário Oficial a anulação do processo licitatório e do concurso público.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui