Culto Ecumênico homenageia vítimas do acidente de trânsito de 28 de Março

Fotos: Mário Oliveira / Semcom

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a presidente do Fundo Manaus Solidária, primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, participaram do ato ecumênico em homenagem a memória das 16 vítimas fatais do acidente de trânsito ocorrido em 28 de março de 2014. A celebração aconteceu na noite de quinta-feira, 28/3, na avenida Djalma Batista, em frente à Universidade Paulista (Unip), onde está instalado um memorial em homenagens às vítimas.

O prefeito lembrou a Prefeitura de Manaus realiza, desde 2015, o Culto Ecumênico como forma de chamar a atenção da sociedade quanto ao cumprimento da legislação de trânsito, tanto dos condutores quanto dos pedestres. Arthur também revelou que, depois de conversar com parentes das vítimas, resolveu determinar a urbanização do local onde foi montado um memorial e anualmente cumpre a tradição de realizar o ato ecumênico em lembrança às vítimas.

“Conversei com familiares que demonstraram a preocupação de que o próximo prefeito não dê a atenção a essa nossa tradição de homenagear as vítimas. Por isso, quero urbanizar esse espaço onde já existe um memorial que reúne tantas pessoas, anualmente”, disse o prefeito ao lembrar também que construiu o Complexo Viário 28 de Março, cujo nome lembra a sociedade desse triste episódio e da importância de se conduzir com segurança para que não se repitam tragédias similares.

A primeira-dama também fez um apelo para que todos os condutores entendam cumpram as leis de trânsito e respeitem uns aos outros. “É preciso se ter educação, consciência e responsabilidade. As pessoas precisam saber que guiar um carro é ter responsabilidade por si e por todos os outros. Estamos aqui para lembrar disso e, principalmente, das pessoas que se foram com esse acidente”, enfatizou.

Fotos: Mário Oliveira / Semcom

O aposentado Rubens Antônio é avô de Lincoln de Souza, umas das vítimas do acidente. Ele cobrou a criação de leis mais severas para quem mata no trânsito. “As campanhas de educação no trânsito são muito importantes, porém é necessário que haja leis mais firmes que punam aqueles que usam o carro como uma arma”, disse.

A secretária da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio, disse que a homenagem é uma grande demonstração de respeito com a memória das vitimas e também com os familiares. “Sabemos que perder um ente é um luto permanente e em momentos como esse, em uma homenagem póstuma, precisamos reconhecer e fazer um alerta de prudência e responsabilidade. Hoje é um dia de respeito às famílias que aqui estão”, disse a secretária.

Semana de prevenção

O Ato Ecumênico também marcou o encerramento da 5ª Semana Municipal de Prevenção a Acidentes de Trânsito, coordenada pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans). Desde 2014, o órgão desenvolve ações em busca, sobretudo, de reduzir acidentes, coibir infrações à legislação de trânsito e proporcionar mais fluidez às vias.

O diretor presidente do Manaustrans, Franklin Pinto, disse que as ações apresentam resultados positivos na diminuição dos índices de vítimas no trânsito. “De 1º janeiro a 27 de março deste ano, foi apontada uma redução de 8% de vítimas fatais no trânsito, no comparativo com o mesmo período de 2018. A redução foi de 5,36% nas vítimas fatais no ano de 2018, em comparação com o ano de 2017”, informou.

Nos setores de Fiscalização, Educação e Engenharia de Trânsito, também houve a implementação de ações. Dentre as quais, destacam-se:

– Restringir a circulação de veículos pesados nas avenidas Constantino Nery, Djalma Batista, Umberto Calderaro, Mario Ipiranga e em trechos de onze vias do centro da cidade.

– Revitalização da sinalização horizontal e vertical de trânsito em todas as zonas da cidade, priorizando áreas com intensa travessia de pedestres como colégios, igrejas, feiras e praças.

– Implantação de tachões refletivos nos principais corredores de tráfego para ordenar o sentido dos veículos.

– Implantação de defensas metálicas, nas vias com potencial risco de acidentes, que evitam a colisão entre veículos.

– Implantação de mais de 38 faixas de pedestres iluminadas, resultado da parceria entre o Manaustrans e a Secretaria Municipal de Parcerias Projetos Estratégicos.

– Novas intervenções viárias, como as alças de retorno (avenidas do Turismo, Cacilda Pedrosa, Desembargador João Machado, Jacira Reis, rotatória do Produtor), que oferecem opções de itinerário com todas as medidas de segurança.

– Fiscalização de forma constante e ostensiva em todas as áreas da cidade, zelando pelo cumprimento da legislação de trânsito. Diariamente, são realizadas operações para garantir o acesso do pedestre às calçadas, coibir o estacionamento proibido e fluidez das vias com a remoção de veículos abandonados nas ruas.

– Trabalho constante e diário de educação de trânsito em diversos segmentos da sociedade com campanhas e programas permanentes para orientação de condutores e pedestres. Um dos destaques é o projeto Condutor Consciente lançado logo após o acidente para reforçar informações sobre mudança de comportamento ao volante entre motoristas profissionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui