Eduardo Braga ‘aperta o cerco aos prefeitos’, nas Calhas dos Rio

Eduardo Braga participa de reinauguração de hospital em Manaquiri - foto: arquivo/recorte

Faltando pouco mais de um ano para as eleições 2022, quase todos os finais de semana o senador Eduardo Braga vem sendo visto com frequência viajando pelo interior do Amazonas para tentar convencer prefeitos a desistirem do apoio ao governador Wilson Lima e emprestar a ele.

A informação é de um interlocutor, que participou dessas incursões do senador, aos municípios das Calhas dos Rios, no Amazonas, entre elas a do Solimões. Eduardo estaria tentando azedar os apoios de prefeitos, atualmente, dados ao governador Wilson Lima.

Mais municípios

Até o fim deste mês setembro, o senador deve viajar pela Calha do Juruá para “conversar” com os gestores municipais. O prefeito de Itamarati (a 983 quilômetros de Manaus), João Campelo, por exemplo, está indo na frente para “preparar o terreno” para Braga.

O gestor será o coordenador da campanha eleitoral de Braga e quem vai cercar os prefeitos desta Calha, ao modo dele. Há quem diga que o senador prepara torpedos açodados para a região. “O Eduardo tem manobrado para conseguir virar o jogo no interior, e se continuar assim, é capaz de fazer muitos prefeitos virarem a casaca”, afirmou a nossa fonte.

Ao Correio da Amazônia o assessor revelou que mesmo com Eduardo Braga colocando a ‘faca no pescoço’ de prefeitos, vários deles vão seguir com Wilson Lima nas próximas eleições. Na calha do Juruá, o município de Guajará deve apoiar o atual governador, assim como Tapauá e Boca do Acre, ambos na calha do Purus.

Na região da calha do Madeira, Wilson Lima deve ter o apoio de Apuí e Humaitá. O mesmo se espera de Nhamundá e Maués, na calha do Amazonas.

Já no Baixo Solimões, quem fica com o atual governador, segundo a fonte, serão os municípios de Caapiranga, Anamã. No Médio Solimões o apoio a campanha de Wilson Lima será de Alvarães, Maraã.

No Alto Solimões, Wilson Lima vai caminhar com Atalaia, Tonantins e, provavelmente, São Paulo de Olivença. “Para esse último, é necessário ter conversas com o irmão do prefeito, o ex-prefeito Nato. Assim como em Santo Antônio do Içá será necessário conversar com o ex-prefeito Abraão Lasmar.

Na Região Metropolitana de Manaus também será preciso construir alianças. A fonte acredita que Itacoatiara, Urucará, Urucurituba, São Sebastião do Uatumã, Silves, Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo estarão com Wilson Lima.

“Mário Abrahim seja do mesmo partido do governador, ainda assim será preciso muita conversa para o apoio ao governador Wilson Lima”, disse a fonte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui