“Ele só tinha envolvimento com facção criminosa” disse mãe ao identificar filho no IML


Manaus – Uma mãe deixou internautas revoltados durante uma entrevista à um site de notícias que a entrevistava na porta do Instituto Médico Legal (IML). A mesma identificada como Cristiane Custódio, 41, mãe de Alessandro Custódio de Carvalho, o primeiro identificado dos 17 mortos do confronto que aconteceu entre a Rocam, no bairro Crespo zona Sul de Manaus.

A mesma ao conceder entrevista ao site, e ao ser questionada pela repórter, disse que o filho era uma boa pessoa e que não usava drogas, mais era membro da facção criminosa FDN.

“Ele era da FDN, e vendia drogas, a polícia não era pra ter matado ele, e sim para prender”, disse a mãe bastante revoltada com a morte do filho. O Instituto Médico Legal (IML), já liberou até está quinta-feira (31), 12 corpos. Veja vídeo.

Texto: Correio da Amazônia

Imagens: Amazonas Atual

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui