Em tom de despedida, Amazonino Mendes diz que fez sua parte, “arrumou a casa”

O governador Amazonino Mendes sai da zona eleitoral, visivelmente abatido e cansado, já não acreditando em virada - foto: divulgação

Visivelmente abatido ao sair da sala de votação na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM), o candidato à reeleição ao Governo do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), falou à imprensa parafraseando um versículo bíblico de 2a Timóteo 4:7-8 como referência ao seu trabalho nesses 12 meses.

O candidato parecia oprimido, exausto, não conseguiu, sequer, disfarçar que estava possuído por nítido estado de prostração de entrega.

Em entrevista coletiva, disse que sentia uma sensação de leveza de ter “arrumado a casa” e que respeitava o resultado das urnas fosse favorável ou não para ele.

O governador Amazonino Mendes sai da zona eleitoral, visivelmente abatido e cansado, já não acreditando em virada – foto: divulgação

“Combati o bom combate, cumprimos nossa carreira nesses 12 meses, e meu sentimento é de gratidão. Desejo que todos tenham uma boa votação nesse domingo e que seja feita a vontade do povo para elegerem o presidente e o governador”.

Amazonino saiu da Sefaz sem dar mais declarações aos jornalistas e com cara típica de quem já jogou a “toalha” diante da realidade.

Pesquisas

Nas quatro últimas pesquisas de intenção de votos divulgadas na última sexta-feira (26), Amazonino Mendes apareceu com larga desvantagem ao seu adversário, Wilson Lima (PSC).

O candidato Wilson Lima lidera as quatro pesquisas de intenção de votos publicadas na última sexta-feira (26) pelo IBOPE, DMP/TIRADENTES, Instituto Diário de Pesquisa e Pesquisa Pontual.

Os estudos apontam Wilson Lima como o próximo Governador do Amazonas, com uma diferença, em média, de 28 pontos à frente do adversário Amazonino Mendes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui