Empresas brasileiras devem investir em transformação digital em 2021

Empresas brasileiras vão investir em transformações digitais - Foto: Freepik

Analytics, computação em nuvem, inteligência artificial e tantas outras novidades tecnológicas começaram a surgir no mundo moderno, facilitando e tornando a vida de empresários e consumidores mais prática, vivenciando experiências até então nunca vistas. Isso porque, com tantas mudanças digitais, é possível otimizar tempo, melhorar infraestrutura e obter mais lucros. A inovação nas empresas, que querem conquistar mais clientes e espaço no mercado, pode começar aos poucos e investir em transformação digital é um passo importante para isso.

Antes mesmo da pandemia do novo coronavírus, já haviam ideias de melhorias que estavam, aos poucos, sendo colocadas em prática. Após esse marco e com as medidas preventivas para conter o avanço da doença, o mundo precisou se reinventar. Com essa necessidade, a tecnologia se apresentou como uma saída para que empresas continuassem trabalhando, os consumidores comprando e a economia girando.

Foi possível perceber um aumento e investimento no e-commerce, os sites mais adaptados às necessidades dos clientes, além da eficácia e economia que o trabalho remoto gerou. O mundo pode vivenciar um número maior de experiências digitais, que foram a chave para que a maioria das empresas quisessem investir nessas novas tecnologias.

Uma pesquisa realizada pela Samba Digital, unidade de negócios digitais da SambaTech, e outros apoiadores, ouviu mais de cem líderes de tecnologia de pequenas, médias e grandes empresas, e mostrou que 76,2% das companhias brasileiras estão desenvolvendo ou já estão praticando uma estratégia de digitalização em seus trabalhos. Apenas 1,9% das empresas não possuem nenhum tipo de estratégia, sendo que 98,1% estão preocupadas com esse importante e necessário avanço.

Com a pandemia, a digitalização se tornou prioridade — o que antes era tido como luxo em algumas empresas. Para o ano de 2021, 62,5% das empresas, grandes a pequenas, pretendem usar de 10% a 30% de seu faturamento para investir nessas estratégias de digitalização, o que revela um número alto e significativo.

Nesta pesquisa é possível observar o top 5 das áreas que estão sendo investidas, são elas: análise de dados, soluções para a jornada do cliente, computação em nuvem, arquitetura de sistemas e inteligência artificial. Apesar dos investimentos e da necessidade de melhorias para concorrer no mercado, há um obstáculo a ser enfrentado: a falta de mão de obra especializada em tecnologia. Por isso, aos profissionais da área, por exemplo, é importante considerar a expansão do conhecimento nestas novas vertentes de atuação que passaram a demandar mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui