Explosão de petroleiro em Serra Leoa deixa 92 mortos e dezenas de feridos

Nesta imagem, feita a partir de vídeo, pessoas caminham por destroços em chamas após a explosão - Foto AP/Divulgação

A explosão de um petroleiro em Serra Leoa, no oeste da África, deixou ao menos 92 mortos e dezenas de feridos em Freetown, a capital do país, informou neste sábado (6) a agência de notícias americana Associated Press.

A AP também informou que, segundo um funcionário de um hospital, cerca de 30 vítimas gravemente queimadas não devem sobreviver.

O presidente do país, Julius Maada Bio, que está na Escócia participando da COP26, lamentou a explosão.

“Profundamente perturbado pelos trágicos incêndios e pela terrível perda de vidas”, escreveu, no Twitter. “Minhas profundas condolências para com as famílias que perderam entes queridos e aqueles que foram mutilados como resultado. Meu governo fará de tudo para apoiar as famílias afetadas”.

O vice-presidente serra-leonino, Mohamed Juldeh Jalloh, visitou dois hospitais durante a noite e disse que a Agência Nacional de Gerenciamento de Desastres de Serra Leoa e outros “trabalhariam incansavelmente” após a emergência.

“Estamos todos profundamente entristecidos por esta tragédia nacional e, de fato, é um momento difícil para nosso país”, disse Jalloh em sua página no Facebook.

g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui