Felipão sem Hulk mantém Ramires no time durante treino no Castelão

Ramires (D) com Luis Gustavo: Foto: Jefferson Bernardes

Ramires (D) com Luis Gustavo: Foto: Jefferson Bernardes
Ramires (D) com Luis Gustavo: Foto: Jefferson Bernardes

Até o último domingo, os brasileiros tinham uma certeza: os 11 titulares de Scolari. Hoje, segunda-feira (16), porém, as coisas mudaram. Com Hulk poupado do treino por conta de dores na coxa, Felipão manteve a alteração que fez no domingo, na Granja Comary, e escalou o volante Ramires na vaga do atacante. Os jornalistas só tiveram acesso aos primeiros 15 minutos da atividade, enquanto os atletas se aqueciam. Além do jogador do Chelsea, outros aparecem como opções, como Willian e Bernard.

Aconteceram duas cenas curiosas durante o tempo em que o reconhecimento do gramado pôde ser observado  pelos jornalistas. Primeiro, Neymar acertou uma bolada em cheio na cabeça de Fred quando trocava passes com Daniel Alves. Menos mal que o chute não foi dos mais fortes. Depois, o atacante do Fluminense deu o troco, jogando para longe a bola com que o camisa 10 da Seleção e o lateral faziam exercícios no gramado.

Pela manhã, Hulk foi submetido a exames de imagem na coxa esquerda em uma clínica da capital cearense e, segundo o departamento médico da CBF, não foi constatada lesão. Em coletiva de imprensa antes do treino, Felipão reconheceu que o atacante não treina nesta segunda porque está sem condições.

Amanhã, terça (17), a Seleção enfrenta o México, às 16h00 (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo A da Copa do Mundo. As duas equipes lideram a chave, com três pontos, mas o Brasil tem vantagem pelo saldo de gols (dois contra um).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui