Governo realiza contratação temporária de profissionais de saúde para o interior  

Foto: Rodrigo Santos/SES-AM 

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), lança, neste sábado (29/01), edital de chamamento público emergencial para contratação temporária de profissionais de saúde para atuarem nos municípios de Itacoatiara e Tabatinga (distantes 176 e 1.108 quilômetros de Manaus, respectivamente) pelo período de 30 dias, podendo haver prorrogação do contrato.

As inscrições poderão ser feitas a partir da 0h deste sábado até segunda-feira (31/01). As vagas disponíveis no edital são para as funções de assistente social, enfermeiro, técnico de enfermagem, farmacêutico, farmacêutico bioquímico, fisioterapeuta, médico clínico geral, nutricionista, técnico de patologia clínica e técnico de radiologia médica. Os interessados poderão se inscrever por meio do site da SES-AM: http://www.saude.am.gov.br/servico/pss_2022_02.php.

“A contratação emergencial visa reforçar o atendimento nas unidades que estão sob gestão estadual no interior do Amazonas. O primeiro chamamento para a capital foi realizado com sucesso e agora vamos levar mais profissionais para Tabatinga e Itacoatiara”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad.

Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

Para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itacoatiara serão contratados profissionais para os cargos de assistente social, enfermeiro, técnico de enfermagem, farmacêutico, farmacêutico bioquímico, médico clínico geral, técnico de patologia clínica, técnico de enfermagem e técnico de radiologia médica.

As vagas disponíveis para a unidade hospitalar de Tabatinga são para assistente social, enfermeiro, técnico de enfermagem, farmacêutico, fisioterapeuta, médico clínico geral e nutricionista.

Critérios gerais – Para a contratação será obrigatória a apresentação da carteira de vacinação de Covid-19 com a aplicação da terceira dose da vacina ou de reforço. O Chamamento Público Emergencial reserva a proporção de 20% das vagas às Pessoas Com Deficiência (PCDs), conforme a Lei Promulgada nº 241, de 31 de março de 2015, com redação alterada pela Lei nº 5.589, de 1º de setembro de 2021.

De acordo com o edital, não serão aceitas inscrições de candidatos com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes e lactantes, portadores de doenças crônicas, por se enquadrarem no grupo em que a Covid-19 pode se manifestar de forma mais grave. Todas as contratações serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE). O não comparecimento do candidato convocado implicará na eliminação do certame.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui