GP Áustria: Kimi e Alonso batem forte, Rosberg vence e Massa fica em 3º

A batida entre Miki e Alonso, no GP da Áustria/Foto: AP

Felipe Massa suportou pressão de Sebastian Vettel no fim do GP da Áustria, hoje, domingo, e conseguiu seu primeiro pódio na temporada. O brasileiro terminou em 3º, atrás das duas Mercedes. Nico Rosberg venceu, com Lewis Hamilton em segundo.
A última vez que Massa havia conseguido pódio foi na última prova da temporada passada, quando terminou em 2º na etapa de Abu Dhabi.

O piloto da Williams largou em 4º, atrás de Vettel, e aproveitou a demora do alemão na primeira parada nos boxes. Um mecânico da Ferrari atrasou na troca do pneu direito traseiro.

A cinco voltas para o fim, Vettel partiu com tudo para cima de Massa. A diferença era de 0,5s. O alemão esperou o emparelhamento para abrir a asa móvel da Ferrari. Apesar da pressão, Massa se defendeu com segurança, conquistando o terceiro lugar.

Felipe Nasr terminou em 11º lugar, fora da zona de classificação. Bottas ficou em quinto, seguido por Hulkenberg, Maldonado, Verstappen, Perez e Ricciardo, completando as 10 primeiras colocações.

Volta inicial teve acidente e ultrapassagem

Largando pelo lado direito (na 2ª posição), Nico Rosberg arrancou mais rápido que Lewis Hamilton e encurralou o inglês para o lado esquerdo antes de entrar na curva à direita. Hamilton tentou duas ultrapassagens nas curvas adiantes, sem sucesso.

A pressão sobre o rival na 1ª volta foi interrompida devido à forte colisão entre os carros de Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Fernando Alonso, da McLaren.

No choque, a McLaren foi parar sobre a Ferrari, ambas destruídas após batida no muro. Kimi perdeu o controle da traseira e recebeu forte tranco de Fernando Alonso, que vinha logo atrás. Os dois pilotos saíram sem ferimentos e se cumprimentaram.

Raikkonen disse desconhecer o motivo pelo qual perdeu a tração.

A bandeira amarela foi acionada. O reinício ocorreu na 7ª volta sem ultrapassagens no pelotão da frente.

Felipe Massa se manteve em 4º sem ameaçar Vettel, que vinha à frente. Felipe Nasr largou em oitavo e conservou a posição por mais de 20 voltas.

Na briga pela 1ª posição, Rosberg começou abrir vantagem sobre Hamilton. Na 25ª volta, o alemão tinha 4s de diferença.

As duas Mercedes entraram pela 1ª vez nos boxes após quase que na metade do GP. As Williams também iniciaram a corrida com tanques cheios e optaram pelo acesso ao pit stop logo depois das Mercedes.

O trabalho dos mecânicos da Ferrari atrasou muito na troca do pneu direito traseiro, e Vettel viu Massa roubar a 3ª posição na volta 38.

Vacilo de Hamilton deu tranquilidade a Rosberg

A vantagem de Rosberg, que já era boa, ficou muito maior após o aviso de punição a Hamilton na volta 39. O inglês atravessou a linha que demarca a saída dos boxes. Por esse motivo, serão acrescidos 5 segundos no tempo final de Hamilton na prova.

Pelo rádio, Hamilton perguntava qual era o motivo da punição.

A 11 voltas do fim, Rosberg tinha 6s de vantagem sobre Hamilton, além de mais 5s que serão dados ao inglês.(UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui