Grandes frigoríficos estão ligados ao desmatamento na Amazônia

Foto: Reprodução

Grandes redes de frigoríficos do país estão diretamente ligadas ao crescente aumento de desmatamento na Amazônia. As empresas JBS, Marfrig e Minerva compraram gado de 379 fazendas que desmatam áreas da Amazônia de maneira ilegal, conforme dados da organização internacional Global Witness.

De acordo com a organização, as três empresas também falharam em monitorar mais de 4 mil fazendas no Pará inseridas em suas cadeias produtivas. A meta era evitar que gado dessas fazendas chegasse a seus frigoríficos.

A empresa JBS, por exemplo, afirma que praticamente 100% de toda a sua carne provém de fazendas que cumprem com os compromissos legais de não adquirir gado de onde houve desmatamento recente. Mas, segundo a ONG, “essas empresas de carne compraram de pecuaristas acusados de fraudes, grilagem de terras e violações de direitos humanos, ou que foram multados pelo Ibama por desmatamento ilegal”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui