Idosa passou filtro solar por décadas no rosto, mas não no pescoço; veja imagem

Foto: Foto: C. Posch/ Journal of The European Academy of Dermatology and Venereology

Uma foto de um artigo acadêmico viralizou nesta semana, devido à diferença visível na qualidade da pele de uma idosa de 92 anos. A imagem, que não identifica a mulher, mostra a bochecha e o pescoço do seu lado direito. No documento é mencionado que ela usou protetor solar por ao menos 40 anos, mas apenas no rosto.

Ainda segundo o paper, a diferença de tons na pele foi constatada também em exame clínico “com diferença marcante do dano solar”.

O texto não desenvolve mais acerca das condições da pessoa fotografada. Focado em prevenção à câncer de pele, indica que mesmo que haja fatores endógenos e exógenos no processo, com o envelhecimento da população, a doença terá maior incidência de qualquer maneira.

“O envelhecimento é um indutor discreto e potente de câncer de pele que precisa ser abordado sistematicamente para melhorar a prevenção no futuro”, conclui a pesquisa.

A publicação científica, de outubro do ano passado, é do Journal of The European Academy of Dermatology and Venereology. O autor, Christian Posch, é pesquisador no Departamento de Dermatologia da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha.

Christian celebrou a viralização tardia de sua foto em um tweet neste sábado (3). “Feliz por ver esta foto circulando! Incrível!”, escreveu, enfatizando que recomenda a leitura do artigo na íntegra.

g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui