INCRA recebe visita de prefeitos do interior do Amazonas em início de mandato

Prefeitos recebido pelo presidente do Incra/Foto: Divugação

Pós eleição e posse, prefeitos do interior do estado, já estão na capital em busca de parcerias que ajudem nas administrações municipais, e como responsável pela ordenação fundiária e colonização, o INCRA tem recebido diversas lideranças, que buscam maneiras de atrair investimentos para as cidades que administram.
São terras devolutas da União e/ou reservas já demarcadas que precisam de documentação, mesmo que provisórias para quem vive nesses locais. “Com titulo em mãos, os aportes financeiros chegam naturalmente aos municípios e localidades. Vamos reanalisar todas as áreas e tentar aproveitar a boa vontade desses prefeitos”, garante Sandro Maia.

A prefeita Gracineide  Lopes(PMDB), do município de Japurá, a 791 quilômetros de Manaus, foi à sede do INCRA na expectativa de uma parceria que beneficie os produtores locais, conseguindo consequentemente, incremento financeiro para a cidade. “Nossa cidade faz fronteira com a Colômbia, ou seja, temos muitas terras, mas dependemos do INCRA para poder usá-las. Queremos que nossos produtores recebam atenção e investimentos, assim o município de Japurá ganha em desenvolvimento”, afirma.

Prefeitos recebido pelo presidente do Incra/Foto: Divugação

Com o mesmo otimismo Clovis Moreira (PT),  prefeito de São Gabriel da Cachoeira, onde quase 75% dos habitantes são indígenas. Também com área fronteiriça, a cidade que fica localizada no Alto Rio Negro precisa aumentar a produção rural, sem desrespeitar as legislações e sem colocar em risco a segurança nacional. “ Sabemos que estamos numa posição estratégicas e por isso estamos aqui, no início de nosso mandato, pedindo auxilio e orientação para de alguma forma utilizarmos nossas terras em benefício da população”, justificou Clovis.

E assim como os prefeitos dos municípios mais distantes da capital, os que administram as cidades mais próximas a Manaus também tem buscado o INCRA para desenvolverem em conjunto novas alternativas, que colaborem com a colonização e reforma agraria, papel do instituto, e que ajude no desenvolvimento sócio econômico do município. “É importante que busquemos essas alternativas conjuntas. O INCRA pode fazer muito por Autazes e no que depender de nós, Autazes vai dar uma contrapartida ao trabalho do INCRA”, garante Andreson Cavalcante (PROS).
Para o superintendente do INCRA a visita dos prefeitos significa um voto de confiança e uma oportunidade para que a autarquia federal cumpra seu papel na região.

“Estamos tentando atender a todos que nos procuram para saber o que podemos e o que não podemos fazer. A única certeza que podemos dar é que ninguém ficará sem atendimento e sem resposta. Se o Amazonas precisa do INCRA para se desenvolver, nós vamos nos esforçar para fazer o que é possível, mesmo com os recursos limitados”, finalizou Sandro Maia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui