Jornalista José Rosha faleceu deixando um vazio no movimento sindical

Jornalista José Garcia Honório Rosha - Foto: Divulgação

Morreu nesta terça-feira (10/11), em Manaus, no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, o jornalista José Garcia Honório Rosha, mais conhecido como José Rosha, chargista e por muitos anos assessor de imprensa do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e um dos assessores do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas e dos movimentos sociais ligados à causa de defesa dos direitos indígenas no Amazonas.

O jornalista sofreu um infarto, na semana passada. Seu quadro de saúde era grave e ele não resistiu.

José Rosha também militou durante muito anos no Sindicato dos Jornalistas do Amazonas. Seu último cargo na diretoria do Sindicato foi o de secretário de Formação Política e Social.

Rosha tamém militou como jornalista no movimento dos trabalhadores do Amazonas, desde o início da Criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Rosha se formou em Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na Turma de 1986 e, no início de sua carreira, trabalhou no Jornal do Comércio, em Manaus.

Rosha deixou filhos e a mulher, Edna Pitarelly.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui