Justiça bloqueia até R$ 7 milhões de show de Belo para pagar Denilson

Belo e Denílson (Montagem: TV Foco)

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que, até R$ 7 milhões que sejam arrecadados com os ingressos de um show do cantor Belo, que será realizado em agosto, sejam entregues para o ex-jogador Denilson, por causa de uma dívida judicial entre os dois.

O show será dos artistas “Thiaguinho e Belo” e acontecerá no dia 20 de agosto, no Pavilhão Pacaembu, na Zona Oeste da capital paulista. Os ingressos da pista custam a partir de R$ 75.

A decisão é do Foro de São Bernardo do Campo, no dia 14 de julho. O documento diz ainda que deve ser informada à Justiça a quantidade de ingressos vendidos e quais os valores arrecadados.

O advogado Marcelo Passos, que representa o cantor, disse ao g1 que já entrou com recurso e que aguarda agenda com a relatora do processo para questionar o valor que o ex-jogador cobra do cantor.

“Não concordamos com o valor de R$ 7 milhões, uma vez que não consta nos autos as amortizações que deveriam ocorrer em virtude das penhoras ocorridas nestes 20 anos. Nós elaboramos um novo cálculo em que encontramos o valor de R$ 4,9 milhões”, disse o advogado.

Em 1999, Denilson comprou os direitos comerciais do grupo Soweto, mas, em seguida, Belo anunciou a saída da banda, em 2000, para seguir carreira solo.

O ex-jogador levou o caso para a Justiça e em diversas vezes já cobrou a dívida publicamente do cantor.

g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui