Ladrões levam R$ 200 Mil da mansão de Givancir Oliveira, em Iranduba

Givancir teve uma de suas casas assaltada no município de Iranduba-AM - foto: reprodução BNC

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Amazonas, Givancir de Oliveira, foi vítima de assaltantes em sua casa, estilo mansão, na estrada que leva à sede do município de Iranduba, a 27 quilômetros de Manaus, na tarde desta quarta (29).

A titular 31° Distrito Policial (DIP) de Iranduba, delegada Sílvia Laureana Chaves, disse que um inquérito policial já foi instaurado para apurar a ocorrência.

Depoimento

Em depoimento por telefone à delegacia, Givancir afirma que cinco homens armados invadiram a sua mansão e levaram todo o dinheiro do cofre, junto com o cofre, mas não confirmou que haviam os R$ 200 mil em espécie, anunciado. Os ladrões também levaram um carro Siena, aparelhos eletroeletrônicos e uma espingarda de pressão.

A delegada Sílvia Laureana disse que uma equipe de policiais foi até a mansão e confirmaram que não houve arrombamento. A suspeita é que os ladrões conheciam o caminho. Os ladrões chegaram perguntando pelo cofre e pela arma de Givancir. A Polícia investiga outras motivações para o roubo.

O presidente dos rodoviários é proprietário de casa de alto padrão no município de Iranduba – foto: reprodução

Apesar do luxo da mansão, o sindicalista não instalou sistema de segurança. Nem câmeras de monitoramento. (A família de Givancir afirma que a casa é alugada e que o contrato foi roubado junto com o cofre).

O carro roubado, que foi usado na fuga, foi abandonado em um bairro de Iranduba, e os assaltantes embarcaram em lancha no rio Solimões.

Givancir é quem negocia salários e benefícios para os rodoviários de Manaus – foto: reprodução

Presidente dos Rodoviários

Givancir é quem comanda os trabalhadores rodoviários de Manaus nas negociações com os empresários do transporte público da capital. A principal bandeira de luta da categoria é pelo pagamento de salários, benefícios e outros direitos trabalhistas, além da manutenção dos cobradores no sistema.

É provável que o dinheiro no interior do cofre roubado deva ser proveniente do Imposto Sindical, recentemente recebido pelo presidente dos rodoviários, junto às empresas dos transportes coletivos de Manaus. Givancir prometeu uma coletiva de imprensa, na volta a Manaus.

Outras categorias

O prejuízo para as outras categorias de trabalhadores é imenso. Com a suspeita do aparecimento de pequena fortuna, em espécie, em um dos imóveis do presidente dos Rodoviários, Givancir de Oliveira, trabalhadores de outras categorias se acham, agora, no dever de investigar as suas diretoria e as finanças pessoais dos seus presidentes. Vai ser uma caça às bruxas.

Correio da Amazônia e informações/BNC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui