Linha de produção diversificada no PIM, orienta pauta na 264ª reunião do Codam

Linha diversificada orienta pauta do Codam/Foto: Divulgação

A diversificação da linha de produtos a serem fabricados no Polo Industrial de Manaus (PIM), foi o destaque da pauta aprovada nesta quinta-feira, 27 de outubro, na 264ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam).
De motonetas, um nicho ainda não explorado no Polo de Duas Rodas a serem produzidas pela Masa com recursos de R$ 53 milhões a suplementos alimentares e eletroeletrônico, os conselheiros aprovaram na íntegra a implantação de 34 projetos estimados em R$ 1.411 bilhão e cerca de 1.046 empregos ao longo do período de três anos.

O secretário de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Thomaz Nogueira, destacou que há uma tendência de aquecimento da atividade econômica no Estado, embora os efeitos da crise ainda sejam muito impactantes sobre o mercado local. Segundo ele, a diversificação de produtos relacionados nos projetos aprovados é tão relevante quanto a soma dos investimentos. “Os investimentos são importantes com certeza, mas a disposição das empresas de expandir as linhas de produção nos abre um leque maior de sustentação da produção industrial local”, avaliou.

Linha diversificada orienta pauta do Codam/Foto: Divulgação
Secretário Thomaz Nogueira comanda reunião do Codam/Foto: Divulgação

Essa diversidade de produção contempla também, observou o secretário o projeto de Nova Matriz Econômica do Amazonas elaborada pela Seplan-CTI, que deve ser encaminhada à Assembléia Legislativa do Amazonas até dezembro. O projeto define, a partir de uma amplo mapeamento, o redirecionamento de política pública para o fortalecimento do PIM e o desenvolvimento de indústrias baseadas na exploração dos recursos naturais do Estado.

Outros destaques da pauta aprovada da 264ª reunião do Conselho,  foram os projetos da Foxxconn Moebg para a fabricação de rádio com reprodutor de cd/dvd/cvd, no valor de 144.986 milhões e o da Qualitech Indústria e Comércio  para a produção de receptores de sinal de televisão, estimado em R$ 80.544 milhões.

O Codam é a instância do Governo responsável pela aplicação da política de incentivos fiscais do Amazonas. O Conselho é formado por 18 representantes de órgãos e instituições como Suframa, Sefaz,Prefeitura de Manaus, sindicatos de trabalhadores e de empresários.

Balanço – Em relação ao mesmo período do ano passado, a pauta da reunião realizada hoje representa mais do dobro de investimentos. Em outubro de 2015, foram aprovados 28 projetos industriais com recursos projetados em R$ 537,90 milhões.Na reunião anterior do Codam, realizada dia 1º de setembro, os conselheiros aprovaram 34 projetos industriais estimados em R$ 3.231 bilhões e 2.834 vagas no mercado de trabalho ao longo de três anos. A maior parte desse volume de investimentos – um total de  R$ 2.751 bilhões – foi direcionada para o setor de componentes, os bens intermediários voltados para a fabricação de produtos finais.

No acumulado ano, incluindo os valores da pauta a ser votada amanhã, o Codam aprovou um total de 179 projetos que somam R$ 7.544 bilhões e 3.732 postos de trabalho no período de até três anos. A próxima reunião está prevista para o dia 15 de dezembro.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui