Manaus sediará conferência internacional de monitoramento dos rios via satélites

Foto: Divulgação

A tecnologia espacial via satélites tem sido utilizada para contribuir com o monitoramento hidrológico no Brasil desde 2008, principalmente, em áreas transfronteiriças e de difícil acesso. Pesquisadores da Europa, Estados Unidos e América do Sul estarão reunidos em busca de integração, entre os dias 4 e 7 de novembro, em Manaus, para que possam se preparar para a missão espacial SWOT (Surface Water & Ocean Topography), que será lançada em 2021. O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) faz parte da equipe científica dessa missão.

“As regiões de fronteira, principalmente no Norte, são pouco habitadas. Muitas infelizmente têm conflitos e são rotas de tráfico de drogas, dentre outras atividades ilegais, o que aumenta a dificuldade e segurança da operação em campo. Os satélites buscam reduzir essa lacuna de insuficiência e incerteza de informações também sobre as águas, além da fronteira, nos países vizinhos”, explicou o engenheiro cartógrafo do CPRM, Daniel Moreira.

A Conferência Internacional “South America Water from Space II” é organizada pela CPRM, em parceria com o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento da França (IRD), a Agência Espacial Francesa (CNES) e a Universidade Estadual do Amazonas (UEA). A programação do evento contempla inúmeras palestras para estimular o debate e avanço dessa ciência.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui