Manter ZFM será desafio na nova gestão de Valdemir Santana no Sindmetal-AM

Foto: Reprodução

O presidente reeleito do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), Valdemir Santana, terá como principal desafio de seu novo mandato evitar o desmonte do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM). Ele foi escolhido novamente como presidente da entidade na última segunda-feira (9), com o apoio de mais de 90% dos trabalhadores que participaram do pleito.

“Depois de termos a prorrogação dos incentivos por mais 60 anos nos governos do PT estamos vendo que, aos poucos, o Governo Federal vai engessando e inviabilizando esse modelo. Nós estaremos ao lado dos empresários e de todos aqueles que defendem a permanência dos incentivos. Também esperamos que esse modelo seja a base para indústrias de produtos regionais. Temos um grande potencial que pode ir além do extrativismo”, afirmou o dirigente.

Ainda conforme o sindicalista, a política econômica dos governos de Michel Temer e Jair Bolsonaro fez com que o Polo Industrial de Manaus (PIM) reduzisse os números de empregos. “Não há um cenário favorável a curto prazo para recuperar as vagas perdidas, mas nós estamos sempre buscando, junto aos empresários, meios para ampliar os empregos no parque fabril local”, pontuou.

Outra preocupação do dirigente sindical é a garantia dos direitos. Com a mudança da legislação trabalhista, que extinguiu grande parte dos direitos assegurados na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o governo adotou a fórmula que privilegia o negociado sobre o legislado. A direção do Sindicato dos Metalúrgicos tem mantido as conquistas da Convenção Coletiva de Trabalho nas negociações ocorridas após 2017, ano da vigência da Reforma Trabalhista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui