Mesquita frequentada por atirador repudia ataque em boate gay

A mesquita de Fort Pierce, na Flórida, condenou o ataque feito por Omar Mateen, americano de origem afegã, a uma boate gay de Orlando, que deixou 50 pessoas mortas e outras 53 feridas.

Segundo o New York Times, os responsáveis pelo centro islâmico declararam que condenam o ataque “monstruoso” e que oferecem as “sinceras condolências às famílias das vítimas”.

No comunicados, eles dizem ainda que “a comunidade muçulmana de Fort Pierce repudiam qualquer pessoa ou qualquer grupo que teria a pretensão de justificar ou desculpar tal ato terrível de violência”.

Ainda de acordo com o jornal americano, um homem que não se identificou disse que já havia visto Mateen rezando na mesquita, mas que não o conhecia.

(Na foto, um representante da comunidade islâmica da Flórida, Imam Muhammad Musri, condena o ataque)

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui