Modelo relata injúria racial após homem dizer que cabelo dela ‘assusta’

Ludmila Cassemiro — Foto: Instagram/ Reprodução

A modelo, ativista e comunicadora Ludmila Cassemiro, de 21 anos, denunciou ter sido vítima de injúria racial no bairro Cachoeirinha, na Região Nordeste de Belo Horizonte, no último sábado (9).

A jovem compartilhou nas redes sociais um vídeo em que mostra um homem dizendo que o cabelo dela “assusta” as pessoas (veja abaixo). Ele se afasta após ela falar: “Guarda o seu racismo para você”.

Ludmila contou que estava indo para a academia quando encontrou o homem vindo na direção oposta. Ela não o conhecia e nunca tinha conversado com ele antes.

A jovem já chegou a perder oportunidades de trabalho e até o emprego por causa do cabelo.

A modelo ainda não procurou a polícia, mas pretende denunciar o caso ao Ministério Público.

Crime

Injúria racial é crime previsto no Código Penal brasileiro, com pena de prisão de um a três anos e multa. Consiste em ofender a honra de alguém valendo-se de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.

Já o crime de racismo está previsto na previsto na Lei 7.716/1989, e ocorre quando o agressor atinge um grupo ou coletivo de pessoas, discriminando uma etnia de forma geral. Nesses casos, só o Ministério Público tem legitimidade para apresentar denúncia contra o agressor.

g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui