MPT decidirá o destino dos 1.500 rodoviários demitidos, nessa segunda (30)

Reunião dessa segunda feira (30), por vídeo conferência obedece determinação do Ministério da Saúde - foto: arquivo

O Ministério Público Federal (MPT) decidirá nessa segunda-feira (30), sobre o destino dos 1.500 motoristas e cobradores ameaçados de demissão e outros 2.000 deles colocados a disposição, em casa sem nenhuma remuneração.

A audiência entre o MPT, Sindicato dos Rodoviários, representantes da Prefeitura e sua autarquia, empresários dos transportes, o Sinetrm, acontecerá nesse dia 30 de Março, às 10 horas, por vídeo conferência.

O link será disponibilizado na página do MPT, e enviado aos e-mails da imprensa, informado da reunião, avisou o Procurador-Chefe do MPT, Jorsinei Dourado do Nascimento.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviário, Élcio Campos, é possível que se reverta a decisão desumana dos empresas dos transportes urbanos de Manaus. “Eles se precipitaram, apresentando como justificativa uma questão econômica social passageira”, apontou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui