Neymar briga na justiça com médico que fez parto do filho há quatro anos

Neymar e o filho Davi Lucca.

Neymar e o filho Davi Lucca.
Neymar e o filho Davi Lucca.

A briga na justiça que envolve o médico que fez o parto de Davi Lucca, filho de Neymar, e a família do jogador está perto do fim. Uma audiência marcada para a próxima quinta-feira, dia 16, vai julgar o processo movido pelo obstetra Herbert Kramer para receber valor que ficou pendente após o nascimento da criança. As partes não chegaram a um acordo durante conciliação judicial.
O médico pede R$ 45 mil pelo parto de Davi e o pré-natal da mãe, Carol Dantas, realizados há quatro anos. De acordo com o Uol, o profissional afirma que realizou alterações em sua rotina, incluindo o fechamento do consultório em Santos, a contratação de um médico auxiliar e de uma enfermeira para São Paulo, além de ter permanecido por quatro dias à disposição da família.

 
Kramer revelou ainda que o pai do atleta, Neymar da Silva Santos, não havia concordado com o valor combinado e por isso o pagamento não seria realizado. Os parentes do jogador teriam oferecido um terço do valor da ação, mas o acordo foi negado pelo médico.

 
A família de Neymar alegou que não se manifestaria sobre o caso, afirmando que o necessário já foi dito. Conforme comunicado do pai do atleta, em 2012, o médico havia dito para a avó materna de Davi que o valor alto era porque ele “não havia feito o parto de um filho de pasteleiro”, uma referência ao status do jogador no mundo do futebol.
Herbert Kramer também lembrou que a criança nasceu prematura – 37 semanas – e precisou de cuidados especiais.

 
(Diário Gaúcho)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui