Nota no WhatsApp expõe compra de apoio de Liliane Araújo por R$ 400mil

Liliane Araújo (PPS)/Foto: Divulgação

A candidata ao governo do Amazonas, Liliane Araújo (PPS), que teve seu o registro da chapa indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) estaria tentando a todo custo ganhar um lugar ao sol neste pleito. Um print vazado do WhatsApp nesta quarta-feira (2) mostra correligionários de Liliane falando sobre sua negociação com o senador, Eduardo Braga, e que o acordo teria sido fechado por R$400mil.

A candidata já vem sendo chamada de ‘vira-casaca’ nas redes sociais por rumores da aliança com Braga. Como não conseguiu vender seu apoio para os demais candidatos só restou para Liliane ceder à proposta do peemedebista, que segundo comentários de bastidores e do próprio print, daria a ela a missão de apoiá-lo no segundo turno e de atacar Rebecca no debate de amanhã (3) de todas as formas possíveis.

A coligação de Liliane entrou com uma representação contra Rebecca pedindo a impugnação do registro do vice, Felipe Souza, que substituiu Abdala Fraxe na chapa. Na ação, o PPS argumenta que Felipe Souza entrou com pedido de substituição do nome no dia 25 de julho, mas Abdala renunciou apenas no dia 28 de julho.

A reportagem tentou contato com a candidata através de ligações mas obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Fonte: Okhay comunicação <[email protected]>

 

Conversa Liliane Araújo no WhatsApp/Foto: Divulgação/Okhay comunicação

Fonte: Okhay comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui