OAB Amazonas se manifesta contra invasão dos policiais Federais Rodoviários

A mando do Exército, policiais entraram numa das salas do sindicato e passaram meia hora fazendo perguntas sobre o ato e seus organizadores - foto: divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas divulga nota repudiando invasão da reunião de lideranças dos movimentos sociais, na sede do Sindicato dos Professores, na tarde dessa terça feira (23), por policiais federais rodoviários, sem mandado judicial.

Os professores organizavam uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que chega a Manaus nessa quinta feira (25), para a reunião do CAS, na Suframa.

A OAB Amazonas, entidade representativa da advocacia e da sociedade civil amazonense, considerando o episódio ocorrido durante a reunião de lideranças dos movimentos sociais, na sede do Sindicato dos Professores, vem reiterar sua posição histórica em defesa dos direitos constitucionais de expressão e de livre manifestação do pensamento, como corolários do Estado Democrático de Direito.

Registre-se, ainda, que tais primados não guardam qualquer relação com corrente política ou ideológica, mas que são próprios fundamentos da República, que deve ser respeitada e defendida.

O espaço democrático deve comportar manifestação de todos e o respeito às posições de cada um.

Manaus, 24 de julho de 2019 – Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui