OMS recomenda novo nome para varíola dos macacos: “mpox”

Foto: Recorte

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, nesta segunda-feira (28), uma nova orientação para a nomenclatura da doença que ficou conhecida como varíola dos macacos (“monkeypox”, em inglês).

Em comunicado divulgado nesta segunda, a OMS recomenda que se utilize o termo “mpox“, já que o outro nome foi apropriado para uso racista e estigmatizante nas redes e em outros ambientes.

A Organização afirmou que os dois nomes serão usados simultaneamente por um ano como forma de adaptação até que “varíola dos macacos” (e “monkeypox”) entre completamente em desuso.

“Quando o surto de varíola símia se expandiu no início deste ano, linguagem racista e estigmatizante online, em outros ambientes e em algumas comunidades foi observada e relatada à OMS. Em várias reuniões, públicas e privadas, vários indivíduos e países levantaram preocupações e pediram à OMS que propusesse uma maneira de mudar o nome”, comunicou a OMS nesta segunda.

A Organização realizou consultas com especialistas, público em geral e países para sugestões de novos nomes. Com base nisso, o dreitor-geral Tedros Adhanom emitiu as seguintes recomendações:

• Adoção do novo sinônimo em inglês “mpox” para a doença;
• Mpox se tornará um termo preferencial após um período de um ano de transição. Isso serve para atenuar as preocupações levantadas por especialistas sobre a confusão que uma mudança de nome rápida pode causar em meio a um surto global;
• O nome “mpox” será incluído virtualmente na Classificação Internacional de Doenças (CID) nos próximos dias;
• O termo “monkeypox” ainda estará nos registros do CID para corresponder às informações históricas.

Essa atualização da classificação de uma doença pode levar vários anos, mas foi acelerado para este caso, apontou a OMS.

“A questão do uso do novo nome em diferentes idiomas foi amplamente discutida. O termo preferido mpox pode ser usado em outros idiomas. Se surgirem problemas de nomenclatura adicionais, eles serão resolvidos por meio do mesmo mecanismo. As traduções são geralmente discutidas em colaboração formal com as autoridades governamentais relevantes e as sociedades científicas relacionadas”, afirma o comunicado divulgado à imprensa.

“A OMS adotará o termo mpox em suas comunicações e incentiva outros a seguirem essas recomendações, para minimizar qualquer impacto negativo contínuo do nome atual e da adoção do novo nome”, conclui a Organização.

Fonte: CNN Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui