Ordem para extinguir secretarias municipais preocupa parlamentar

A Carreta da Mulher é um dos serviços, que deixará de existir com a extinção da SMPM.

A Carreta da Mulher é um dos serviços, que deixará de existir com a extinção da SMPM.
A Carreta da Mulher é um dos serviços, que deixará de existir com a extinção da SMPM.

Vereadora Rosi Matos (PT) disse ser contra a declaração do prefeito Arthur Neto (PSDB), de realizar mudanças e a extinção de cinco ou seis secretarias municipais até o próximo dia 15. Estão na lista a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM).
“O ano mal começou e o Prefeito já faz mudanças duvidosas na sua pasta”, assinalou a vereadora. Rosi espera que a mudanças anunciadas tragam melhorias para a cidade e alerta: essas medidas podem afetar a estrutura organizacional, ao invés de melhorar o atendimento no município.
Rosi Matos declara que as informações do prefeito chegam sempre de forma equivocadas. Primeiro ele disse que assumiria a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). Ai, descobriu que na condição de prefeito, ele está impedido de assumir a pasta. Em seguida, resolveu nomear outro secretário. Entretanto, afirmou que “seja lá quem assumir, ele será o Secretário de Obras”, ou seja, o secretário atuará como “ajudante de ordem” de uma das pastas mais importante da administração municipal.
Arthur Neto deve anunciar a reforma administrativa até o próximo dia (15). Está na lista do prefeito, o corte de algumas secretarias, entre elas, a SEMMAS. “A Semmas já deu no que tinha que dar”, disse ele em nota nos jornais impressos de Manaus. Mas a vereadora Rosi questiona dizendo que essa é uma “atitude vergonhosa”, que vai de encontro às políticas públicas de sustentabilidade, mundiais.
SMPM é alvo de Arthur
A Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM), criada em 2011 pelo ex-prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PDT), e que nunca saiu do papel, também está na lista das secretarias municipais, que serão extintas.
No início de 2013, depois de eleito, Artur Neto chegou a anunciar a implantação da secretaria dizendo: “Irei implantar e manter essa nova secretaria, porque entendo que é preciso ter base de ação para a mulher em Manaus”. A SMPM continua no papel e no esquecimento do prefeito. A Secretaria já tem orçamento de 4,8 milhões para 2015 e mais 50 mil reais aprovados na LOA 2015 pela vereadora Rosi Matos.
Mudança de discurso
Três dias depois de ter anunciado a extinção da SEMMAS, a assessoria do Arthur Neto distribui nota de esclarecimento, alegando que ao se expressar, o prefeito estava se referindo ao corte de gastos nas secretarias municipais e que não foi cogitada a extinção da SEMMAS.
“Como um ‘passe de mágica’ o Prefeito mudou seu discurso e publica uma nota se justificando. Será que, indiretamente, está querendo dizer que a imprensa não entendeu exatamente a entrevista? Não dá pra ficar mudando o discurso e justificando o tempo todo”, apontou Rosi Matos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui