Parlamentares ‘zero à esquerda’ continuam sem ação na Câmara e Senado

Senador Plínio Valério e deputado Bôsco Saraiva - foto: montagem

O assessor parlamentar aposentado Paulo Onofre (PDT), propôs a dois parlamentares do Amazonas em Brasília, uma ideia para contribuir com saúde dos amazonenses no período pós-infecção e cura do coronavírus no Estado. O problema é que ele não escolheu melhor para quem deveria passar a ideia.

Paulo enviou três sugestões, que provavelmente nunca serão aproveitadas, não pela qualidade das propostas, mas, pela ineficiência parlamentar de quem ele enviou o texto.

O primeiro foi para o deputado federal Bosco Saraiva (Solidariedade), que desde que foi eleito pouco ou coisa nenhuma tem feito para o Amazonas. Salvo algumas emendas parlamentares rubricadas para prefeituras do interior.

A outra sugestão, foi para o senador Plínio Valério (PSDB), que nesses dois anos ocupando a terceira vaga do Amazonas na mais alta Casa legislativa do Brasil, tem se mostrado apático, ineficiente, perdido e muitas vezes, displicente com todo o processo político, social e econômico do Estado que o elegeu.

Plinio continua sendo um ‘zero à esquerda’, mudo e calado diante dos problemas pandêmicos no Amazonas. Ficou calado diante do ministro Pazuello, está mudo diante do presidente Bolsonaro. Nem mesmo senadores bolsonaristas colados no presidente como Eduardo Braga e Omar Aziz, tiveram a postura igual ao senador Plínio Valério.

Paulo Onofre se disse decepcionado com a atuação dos dois parlamentares – foto: divulgação/arquivo

As Proposta de Paulo

Paulo sugeriu aos parlamentarem entrarem com uma Medida Provisória (MP), na Câmara Federal e Senado, sugerindo a instalação de um sistema obrigatório de tratamento pós-infectado, que exigiria exames periódicos, como forma de prevenir sequelas em todos os ‘curados’ do coronavírus.

As três sugestões de exames ficaram assim definidas: tomografia do tórax, eletrocardiograma, US da Carótida.

Até o fechamento dessa edição, nenhum dos dois seque responderam ao assessor parlamentar Paulo Onofre, que se acha frustrado com a falta de interesse dos parlamentares pelo povo do Amazonas.

“A continuar assim, é hora de subtrair um deputado e um senador da cota do Amazonas, no parlamento federal”, finaliza Paulo Onofre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui