“Playboy” derruba liminar de Neymar e seguem as vendas da revista com Patrícia Jordane


Neymar processou Playboy por associar seu nome com o de Patricia Jordane.
Neymar processou Playboy por associar seu nome com o de Patricia Jordane.

Dois dias após ser proibida de comercializar as revistas de Patrícia Jordane, suposto ex-affair de Neymar, a “Playboy” conseguiu derrubar na Justiça a liminar enviada pelo craque.
“A liminar do Neymar foi cassada, e a revista, que não tinha sido recolhida, pode circular normalmente”, comemorou o diretor da revista, Sergio Xavier, ao jornal “Extra”.
patricia
Na última semana, o craque conseguiu a proibição da venda da “Playboy”. A publicação traz na chamada a frase “A morena que encantou Neymar” e o jogador de futebol garantiu que não conhece a modelo e nunca teve nada com ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui